Septoplastia
Cirurgia para Desvio de Septo

O que é o septo nasal?

O septo nasal é uma estrutura composta por osso e cartilagem recoberta por mucosa (pele da parte interna do nariz), localizada no centro do nariz, separando as cavidades nasais de cada lado.

O que uma pessoa com desvio de septo pode sentir?

Deformidades septais (desvio de septo) são muito comuns e dependendo do grau e da localização desse desvio, pode causar obstrução nasal crônica, rinossinusites, favorecer a respiração pela boca (oral), roncos e até mesmo alguns tipos de dores de cabeça, as chamadas cefaleias rinogênicas.

septo.png

Quais as causas dos desvios?

O desvio do septo pode ser causado por traumas na face, como pancadas, boladas, acidentes, quedas e traumas no parto, além de alterações decorrentes do desenvolvimento facial durante a infância e adolescência.

Como é feita a correção do desvio de septo? Posso realizar junto com outras cirurgias?

A septoplastia é o procedimento para corrigir o desvio de septo nasal, realizado através das narinas com câmeras cirúrgicas. Não há cortes externos e não há modificação da estética nasal.  

Pode ser realizado de maneira isolada ou associada a outros procedimentos, como a turbinectomia (cirurgia de redução de conchas nasais), sinusectomias (cirurgias para sinusites), rinoplastias (cirurgia estética nasal) amigdalectomias (cirurgia para remoção das amígdalas) e uvulopalatofaringoplastia (cirurgia para ronco).

Onde é feita a cirurgia? Qual o tipo de anestesia?

A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia geral.

Precisa usar tampões? Precisa retirar os pontos?

O uso do tamponamento contribuiu para a fama da cirurgia nasal como algo sofrido e doloroso, com os avanços técnicos das cirurgias nasais, não são necessários tampões ou curativos internos, com raríssimas exceções. 

Não há necessidade de remoção de pontos, pois, o material usado é absorvível.

Alta Hospitalar:

O paciente recebe alta no mesmo dia ou no máximo no dia seguinte ao procedimento.

Pré operatório:

Antes da cirurgia é realizada uma avaliação geral da sua saúde, com a realização de exames laboratoriais e cardiológicos. Todas as medicações e suplementos usados rotineiramente devem ser informadas ao médico.

Pós operatório:

A ocorrência de dor após a septoplastia não é comum. Eventualmente ocorrem náuseas e mais raramente, vômitos.

Pequenos sangramentos nasais podem ocorrer nos primeiros dias após a cirurgia.

Nas primeiras semanas, pode ocorrer obstrução nasal por conta do edema (inchaço) local, que irá diminuir progressivamente com o passar dos dias.

A limpeza nasal e o uso de soluções salinas devem ser realizadas conforme a orientação médica e são importantes para o resultado cirúrgico.

Exercícios físicos de qualquer tipo estão proibidos nas primeiras semanas após a cirurgia. Corrida, bicicleta ou musculação normalmente podem ser retomadas após 3 a 4 semanas.

Dra. Paula de Paiva Kasa

Médica Otorrinolaringologista

CRM-SP 152.011 RQE 90795

whatsapp.png